Oficina de Pêssanka em Caçador-SC (milenar arte ucraniana em ovos)

Oficina de Pêssanka em Caçador-SC

A Comunidade Ucraniana de Caçador-SC recebeu neste fim de semana (13 e 14/03) uma das oficinas do projeto “Pêssanka – Artesanato Ucraniano, Brasileiro, Catarinense” (Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura – Fundação Catarinense de Cultura).

encerramento da oficina em Caçador-SC

As atividades foram desenvolvidas na sede do SESC – Caçador, e contou com a participação de pessoas de diversas origens étnicas. A turma superou as expectativas, absorvendo muito bem os conteúdos e desenvolvendo ótimos trabalhos .  Para Leoni Welicz (presidente da comunidade) a oficina foi muito importante para despertar o interesse pela etnia ucraniana de Caçador, que a pouco tempo não era muito conhecida pela sociedade local. Também agradeceu aos coordenadores Oksana e Vilson Kotviski pela escolha da cidade, mesmo se tratando de um ponto extremo e distante dos demais núcleos de descendentes de ucranianos no Brasil.

Leoni Welicz, Vilson José Kotviski e Gustavo Felix, durante a oficina

Os materiais e os conhecimentos fornecidos à comunidade através do projeto já serão aproveitados na próxima semana, durante as comemorações do aniversário do município, que terá um grande evento no Parque de Exposições de Caçador. Neste local existe uma bela Vila das Etnias, e na casa ucraniana será oferecida a oficina de pêssanka aos visitantes.

Coordenação das oficinas e do projeto: Vilson José Kotviski  (vilson@pessanka.com.br)

detalhe do processo
primeiros resultadosdemonstração da técnica

Oficina de Pêssanka – Artesanato Ucraniano em Ovos: Comunidade Ucraniana de Jangada do Sul

Oficina de pêssanka, ministrada por Vilson José Kotviski e Oksana Sliwinski Kotviski

A Comunidade Ucraniana Ortodoxa da Colônia Jangada do Sul (Porto União) recebeu neste fim de semana (06 e 07/03) a primeira oficina do projeto “Pêssanka – Artesanato Ucraniano, Brasileiro, Catarinense”. Contando com participantes de várias faixas etárias, a oficina foi muito produtiva, sendo confeccionadas diversas e belas pêssankas. Segundo a Prof. Alda Paolyck (64), esta oficina é um sonho realizado, pois sempre quis conhecer o processo da confecção da pêssanka, mas nunca havia tido oportunidade. Os jovens da comunidade se mostraram muito interessados e ficaram animados para dar continuidade, principalmente por já contarem com os materiais necessários Inclusive serão programados novos encontros para confecção de pêssankas. O projeto, de autoria de Vilson José Kotviski, é um dos vencedores do Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura (Fundação de Cultura de Santa Catarina), e através do apoio do Pe. Pedro Blachechen e do presidente da comunidade Sr. Antonio Felipe Seroiska, foi possível a concretização desta oficina. Agradecemos à comunidade pela ótima acolhida e pelos momentos felizes que passamos! A próxima oficina acontece nos dias 13 e 14/03 em Caçador-SC.

Vilson José Kotviski – vilson@pessanka.com.br

www.pessanka.com.br

Participantes da oficina - foto ao lado da entrada do salão de festas, com uma bela vista do Rio Jangada.
primeiros resultados da oficina
As gêmeas Milena e Marieli: felicidade estampada no rosto, que sem dúvida ficou refletida nas suas pêssankas!

Folclore Ucraniano Kalena se apresentará em Campo Alegre-SC

A primeira apresentação do ano de 2010 do Folclore Ucraniano Kalena será na cidade de Campo Alegre-SC, durante a 12º Festa Nacional da Ovelha. Já no ano anterior o grupo foi convidado, mas por incompatibilidade das datas, não foi possível a participação do Kalena na programação do dia 21/03. Maiores informações do evento em: http://www.campoalegre.sc.gov.br/conteudo/?mode=pa&item=14685&fa=7&cd=13212

Comunidade Ucraniana Ortodoxa do Jangada: 1º Oficina de Pêssanka com professor Vilson José Kotviski

A primeira oficina de pêssankas do projeto “Pêssanka Artesanato Ucraniano, Brasileiro, Catarinense”, coordenado pelo artista Vilson José Kotviski, será realizada nos dias 06 e 07 de fevereiro de 2010, na localidade de Jangada do Sul, município de Porto União-SC.

Segundo Pe. Pedro Blaschechen, pároco da Igreja Ordoxa Ucraniana em Jangada do Sul, a comunidade está bastante animada e a turma já está completa.

O projeto é um dos vencedores do Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura promovido pelo Governo de Santa Catarina, e vai realizar 10 oficinas de pêssanka em diferentes localidades do estado.

Vilson José Kotviski – vilson@pessanka.com.br

24 de agosto – dia da comunidade ucraniana no Paraná, Santa Catarina e no Brasil

Agora oficialmente o dia 24 de Agosto é:

– Dia da Comunidade Ucraniana no Paraná
– Dia da Imigração Ucraniana em Santa Catarina
– Dia Nacional da Comunidade Ucraniana
 

 

Projeto de Aguiar cria Dia da Imigração Ucraniana

Imagem

O deputado Antônio Aguiar é o autor do Projeto de Lei nº 442/07, que institui o Dia Estadual da Imigração Ucraniana, a ser comemorado no dia 24 de agosto.

A Mesa Diretora da Assembléia marcará, anualmente, sessão solene para comemoração desta data. O parlamentar informa que os ucranianos começaram a chegar ao Brasil em 1891, trazendo o estilo bizantino de suas igrejas, seus trajes bordados, comidas e danças típicas. Em Santa Catarina os descendentes de eslavos habitam cidades como São Bento do Sul, Mafra e Itaiópolis.

Os ucranianos diferenciam-se de outros povos eslavos pela língua, costumes e origem histórica. A Ucrânia proclamou a sua Independência no dia 24 de Agosto de 1991, daí a sugestão para a data comemorativa no estado. Na sua maioria, os imigrantes ucranianos chegados aqui se dedicaram à agricultura. Experientes cultivadores do trigo, não se restringiram a essa cultura, pois passaram a exercer atividades nos setores do cultivo do milho e feijão, com grande destaque para a fumicultura em Itaiópolis.

Aguiar esclarece que a outra parte, que não se dedicou à agricultura, voltou-se para diversas atividades industriais, destacando-se na fabricação de móveis, em atividades empresariais, em especialidades técnicas e no exercício de profissões liberais. Oriundos de um país rico em tradições artísticas, com um folclore dos mais admirados em toda a Europa, os ucranianos que aqui chegaram não poderiam fugir à herança cultural recebida de seus antepassados.

Fonte: (Rubens Vargas/Divulgação Alesc)

http://www.portaldecanoinhas.com.br/noticias/5003

Projeto cultural: Pêssanka – Artesanato Ucraniano, Brasileiro Catarinense

A cultura ucraniana em Santa Catarina terá um grande impulso em 2010 através do projeto cultural “Pêssanka – Artesanato Ucranaino, Brasileiro, Catarinense” de autoria de Vilson José Kotviski. O único projeto de Porto União que integra os 189 vencedores do Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura tem por objetivo fomentar a preservação da cultura e tradições nas comunidades ucranianas, desenvolvendo uma série de oficinas de pêssanka, que inclusive já estão com datas marcadas:

06 e 07/03: Jangada do Sul (Porto União);

13 e 14/03: Caçador;

20 e 21/03: Mafra;

10 e 11/04: Colônia Craveiro (Santa Terezinha);

17 e 18/04: Canoinhas;

24 e 25/04: Rio D`Areia (Canoinhas);

08 e 09/05: Três Barras;

15 e 16/05: Papanduva;

22 e 23/05: Pintadinho (Porto União).

29 e 30/05: Iracema (Itaiópolis);

A pêssanka é uma das principais manifestações da cultura ucraniana, uma arte milenar rica em simbolismos e tradição. E o projeto visa justamente dar estímulo às comunidades para que não percam sua identidade cultural, reconhecendo a importância que as tradições têm para a sua própria vida e sua posição perante a humanidade. Em breve disponibilizaremos as fichas de inscrições nas comunidades. Informações: Vilson José Kotviski 42 3553 2975 / 42 8401 2989 (vilson@pessanka.com.br).

Obs.: este post foi atualizado em 19/01/10, com mudança da data da oficina em Iracema, à pedido da comunidade e também seguindo sugestão da AJUC (Associação da Juventude Ucraíno-Catarinense), transferimos a oficina que seria ministrada em São Bento do Sul para a Colônia Craveiro, no município de Santa Terezinha.

Datas atualizadas das oficinas do projeto Pêssanka – Artesanato ucraniano, brasileiro, catarinense

Anunciamos as datas das oficinas do projeto “Pêssanka – Artesanato Ucraniano, Brasileiro, Catarinense”:

06 e 07/03/10: Jangada do Sul – Porto União-SC –  REALIZADA

13 e 14/03/10: Caçador-SC – REALIZADA

20 e 21/03/10: Mafra-SC  – REALIZADA

10 e 11/04/10: Colônia Craveiro – Santa Terezinha-SC  – REALIZADA

17 e 18/04/10: Canoinhas-SC – REALIZADA

24 e 25/04/10: Rio D`Areia – Canoinhas-SC –  REALIZADA

22 e 23/05/10: Pintadinho – Porto União-SC – REALIZADA

29 e 30/05/10: Três Barras-SC – REALIZADA

02 e 03/06/10: Porto União-SC – REALIZADA

03 e 04/07/10: Colorado – Santa Terezinha-SC – REALIZADA

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 10/07/2010. 

PROJETO FINALIZADO.

Maiores informações: pessanka@pessanka.com.br.

Vilson José Kotviski – Coordenador

vilson@pessanka.com.br

Pêssanka – Artesanato Ucraniano, Brasileiro, Catarinense – cartaz e folder

Material de apoio já encaminhado para a gráfica, logo serão divilgadas as datas das oficinas.

Cartaz - Pêssanka
Folder - capa e contra capa
Folder lado interno

Vilson José Kotviski – vilson@pessanka.com.br

Folclore Ucraniano Kalena no 15º Jaraguá em Dança

O Folclore Ucraniano Kalena participou no dia 07 de novembro do 15º Jaraguá em Dança, como atração especial da noite de sábado.

Promovido pela Fundação Cultural de Jaraguá do Sul, o evento contou com a participação de 1.147 bailarinos, distribuídos em 135 coreografias apresentadas nos quatro dias do festival.

O grupo Kalena teve uma receptividade muito boa por parte da organização e também do público, sendo o grande destaque da noite de sábado, apresentando a dança folclórica ucraniana em um ambiente onde predominaram ritmos contemporâneos e clássicos.

 

Vilson José Kotviski – vilson@pessanka.com.br

Edital Elisabete Anderle – Santa Catarina

Assinatura de Editais
Governador Luiz Henrique ressalta papel do Estado na democratização do acesso à Cultura

Florianópolis (3/11/2009) – O governador Luiz Henrique reforçou, nesta terça-feira (3), a importância de descentralizar os recursos para as iniciativas culturais em todas as regiões do Estado. “Devemos valorizar as iniciativas isoladas dentro de uma visão de arquipélago”, disse, durante a entrega dos recursos aos 189 contemplados pelo edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura. Na solenidade, foram assinados os convênios do Programa Pontos de Cultura, firmado através de parceria com o Governo Federal. O governador destacou que todas as 36 secretarias de Desenvolvimento Regional contam com pelo menos um dos 60 pontos beneficiados pelo programa.

A cerimônia contou com a presença do ministro da Cultura, Juca Ferreira, e foi realizada no Teatro Governador Pedro Ivo, junto ao Centro Administrativo do Governo do Estado, em Florianópolis. Em seu pronunciamento, o ministro colocou em evidência o papel do Estado na disseminação dos bens culturais. “Não adianta apenas incluir a população mais pobre na economia sem dar a ela as condições de acesso à Cultura”, afirmou Barreto. Segundo ele, mais de 80% dos recursos financiados através da Lei Rouanet beneficiam projetos de apenas duas cidades do País. De acordo com o ministro, o setor cultural responde por 5% do Produto Interno Bruto do País e absorve 6% dos trabalhadores com emprego formal no País.

Os convênios para estabelecimento de uma rede com 60 Pontos de Cultura em Santa Catarina contam com recursos de R$ 10,8 milhões, enquanto os contratos dos vencedores do edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura receberam investimento de mais de R$ 6 milhões em recursos provenientes do Fundo Estadual de Incentivo à Cultura (Funcultural). O Edital Elisabete Anderle selecionou 189 projetos que contam com R$ 6 milhões para serem executados nas áreas de Música, Artes Visuais, Teatro, Letras, Patrimônio Cultural, Dança e Artes Populares.

Durante a cerimônia, o secretário da Cultura, Esporte e Turismo, Gilmar Knaesel, destacou a importância dos editais na política de incentivo à Cultura em Santa Catarina. Além do apoio com recursos financeiros aos produtores culturais, ele ressaltou os investimentos feitos pelo Governo do Estado para ampliar a infraestrutura necessária ao setor cultural, como a construção de oito novos teatros, além de quatro em reforma, as reformas do teatro do Centro Integrado de Cultura e o teatro de Timbó. Knaesel enfatizou também qie Santa Catarina foi o primeiro Estado do País a assinar os convênio com o Ministério da Cultura para o programa Pontos de Cultura.

O Edital dos Pontos de Cultura representa um investimento de R$ 10,8 milhões no setor. O repasse dos recursos às entidades culturais sem fins lucrativos que tiveram seus projetos selecionados será de R$ 60 mil por ano, durante três exercícios, o que totaliza R$ 180 mil para cada ponto. O edital beneficiará 36 municípios catarinenses e tem por objetivo implantar uma rede de inclusão social e construção de cidadania. Cada ponto de cultura deverá funcionar como um instrumento de pulsão e articulação de projetos já existentes nas comunidades de Santa Catarina, desenvolvendo ações continuadas em pelo menos uma das seguintes áreas: Culturas Populares, Grupos Étnico-culturais, Patrimônio Material, Audiovisual e Radiodifusão, Pensamento e Memória, Culturas Digitais, Gestão e Formação Cultural, Expressões Artísticas e/ou Ações Transversais.

A presidente da Fundação Catarinense de Cultura, Anita Pires, ressaltou os benefícios do Edital Elisabete Anderle na ampliação das oportunidades de criação, distribuição e fruição dos bens culturais em Santa Catarina, estendendo o acesso à Cultura. O secretário Gilmar Knaesel ressaltou também que o Estado vai cumprir este ano o orçamento de R$ 40 milhões para o setor cultural, com 0,5% da receita bruta destinada à Cultura.

Dentre as autoridades que acompanharam a cerimônia estavam a senadora Ideli Salvatti; os deputados federais Celso Maldaner e Cláudio Vignatti; os deputados estaduais Pedro Baldissera e Vânio dos Santos; além do presidente do Conselho Estadual de Cultura, Péricles Prade.

Informações adicionais – Jornalista Evandro Baron, telefone (48) 8843-5704 e 3221-3528, e-mail evandro@secom.sc.gov.br

Secretaria de Estado de Comunicação

Fonte: www.fcc.sc.gov.br

O projeto Pêssanka – Artesanato Ucraniano, Brasileiro, Catarinense é um dos contemplados no Edital Elisabete Anderle.