Arquivo da tag: Pêssanka

Como fazer matrioskas (babusha, mamushka), tradicionais da cultura eslava, as conhecidas “bonecas russas”

Neste vídeo, faremos um demonstrativo de como fazer as babuschkas ou matrioskas utilizando a técnica das pêssankas.

Para você que gosta de fazer artesanato, certamente terá dificuldade em encontrar alguém que faça a boneca torneada em madeira, inclusive pela própria dificuldade em encontrar a madeira adequada.  Então nesta técnica você pode fazer com os ovos, associando um símbolo das culturas eslavas que é a pintura em ovos, à técnica das pêssankas.

Nesta parte, demonstraremos como fazer o rosto, sendo o processo dividido em dois vídeos.

https://www.youtube.com/edit?video_id=QTmN7t8P2wQ&video_referrer=watch

Visite nosso canal no youtube:

https://www.youtube.com/pessankavilsonjosekotviski

babushka mamushka matrioska
Vilson José Kotviski, é um dos um dos grandes expoentes da arte da pêssanka no Brasil, é o fundador do site www.pessanka.com.br (desde 2001), autor do livro “Pêssanka – da Ucrânia para o Brasil” (1ed: 2004 /2ed: 2013) e do livro: “Projeto Pêssanka – Ovos Escritos, Expresão da Cultura Ucraniana no Brasil” (2013).
Também já realizou diversas exposições e cursos em importantes cidades como Brasília, São Paulo, Florianópolis, Curitiba, Campos do Jordão, Londrina, além de diversas cidades e localidades rurais na região de Porto União-SC e União da Vitória-PR onde reside.
Em 2010 foi premiado pelo Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura, do Estado de Santa Catarina, sendo Coordenador Geral do projeto que executou uma série de oficinas de pêssanka, no interior de Santa Catarina.
No ano de 2012 foi o criador e coordenador do projeto “Pêssanka – ovos escritos, expressão da cultura ucraniana no Brasil”, realizado pelo Folclore Ucraniano Kalena / Clube Ucraniano e aprovado pelo IPHAN – Instituto do Patrimonio Histórico e Artístico Nacional, que efetivou uma série de oficinas, pesquisas, palestras e publicações sobre a arte da pêssanka na região do Sul do Paraná e Planalto Norte de Santa Catarina, com destaque para o livro com o mesmo nome.
Foi novamente premiado em 2015 no Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura, com o projeto de criação do “Núcleo de Artesãos de Pêssankas de Porto União-SC”, que formou um dos mais importantes grupos de salvaguarda da arte da pêssanka no Brasil, grupo que anualmente realiza a grande exposição de Pêssankas na Semana da Páscoa em Porto União-SC.
E em de 2017 foi um dos artesãos selecionados pela Fundação Catarinense de Cultura para a exposição permanente no “Centro de Cultura Popular Catarinense”, na Casa da Alfândega em Florianópolis, projeto que abriga o artesanato de alta qualidade e referência cultural do estado de Santa Catarina.

Oficina de Pêssankas – Projeto Valorização e Integração das Etnias do Vale do Contestado: Colônia Legru, Porto União-SC

Por: Vilson José Kotviski

Acontece no dia 19/05/18 a última oficina de pêssankas do projeto “Valorização e Integração das Etnias do Vale do Contestado” na Colônia Legru, interior de Porto União-SC.

Inicialmente a oficina foi programada 12/04/18, mas acabou não sendo realizada por motivos alheios à nossa vontade.

A coordenação da oficina será executada pelo Mestre e Artesão de Pêssankas Vilson José Kotviski, sendo o projeto uma ação do Folclore Ucraniano Kalena de Porto União-SC.

Interessados em participar, podem entrar em contato: 42 98432 8561 – Vilson.

 

Importante: Por motivo de força maior, a oficina será transferida para a sede do Clube Ucraniano, com nova data a ser programada. 
Legru - Porto União-SC

Kistka – ferramenta para escrever pêssankas

A kistka é a ferramenta mais usada para fazer pêssanka na Ucrânia e demais países onde encontram-se as comunidades da diáspora.

É composta de uma espécie de funil metálico fixado em um cabo de madeira, e é aquecido à vela para manter a cera de abelha derretida e assim fazer os traços das pêssankas.

No Brasil, grande parte dos artesãos usa o bico de pena, e a kistka entra como um meio auxiliar para preenchimento. Vai da preferência de cada pessoa, e de encontrar a ferramenta que mais se adapta ao estilo e gosto de cada um.

Quem está iniciando normalmente tem dificuldade com o bico de pena, então a kistka é uma ferramenta interessante para começar, já que requer menos habilidade nos traços iniciais!

Você encontra kistka no site: www.pessanka.com.br/loja

KISTKA 4

OFICINA DE PÊSSANKAS NA COLÔNIA LEGRU, PORTO UNIÃO-SC: PROJETO VALORIZAÇÃO E INTEGRAÇÃO DAS ETNIAS DO VALE DO CONTESTADO

Vilson José Kotviski – pêssankas

Acontece no dia 12/04/18, na Colônia Legru, interior de Porto União-SC a terceira e última oficina de pêssankas do projeto Valorização e Integração das Etnias do Vale do Contestado.

A oficina será ministrada no Núcleo Educacional do Legru, pelo mestre e artesão de pêssankas, Vilson José Kotviski, e conta com o apoio da Secretaria de Educação de Porto União, através da Secretária Aldair Wengerkiewicz Muncinelli. Estão convidados alunos da escola e membros da comunidade para a participação na oficina.

O projeto foi desenvolvido pelo Folclore Ucraniano Kalena, de Porto União-SC, e realizará uma série de atividades, as quais são: 3 oficinas de pêssankas: em Caçador, Canoinhas e Colônia Legru (Porto União), e 5 apresentações artísticas do Folclore Ucraniano Kalena e convidados nas cidades de Piratuba, Treze Tílias, Caçador, Canoinhas e Porto2018-02-08-PHOTO-00012240 União.

 

Oficina de Pêssankas em União da Vitória-PR – Vilson José Kotviski

Acontece dia 21/03/18  a oficina de pêssankas – arte tradicional ucraniana que neste momento em que estamos na quaresma, período de preparação para a Páscoa.

A oficina será realizad no Clube Ucraniano, Rua Marechal Deodoro 341 – União da Vitória-PR, sob a coordenação do mestre e artesão de pêssankas Vilson José Kotviski.

Informações e inscrições: 42 98432 8561 ou 42 3522 1996.

cartaz OFICINA uva 2018

Estação Cultural promove oficina de Pêssankas em Lages-SC. Coordenação Vilson José Kotviski

estação cultural lages-sc

Evento faz parte do Projeto Estação Cultural e será realizada na Fundação Cultural de Lages – coordenação da oficina Vilson José Kotviski

Está de volta a programação do projeto itinerante Estação Cultural, promovido pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), que leva 150 atividades entre apresentações artísticas e oficinas a 50 cidades de Santa Catarina de fevereiro a abril de 2018. A iniciativa é uma parceria entre a FCC e as prefeituras municipais através das suas Fundações Culturais que receberão as atrações.

Lages é uma das 23 cidades do estado que receberão intervenções culturais a partir do dia 15 deste mês. Agora, os municípios contarão, também, com oficinas com foco em diversos segmentos artísticos como música, literatura, dança, patrimônio, entre outros. Para participar das oficinas, os interessados devem entrar em contato diretamente com o departamento de Cultura de cada município para mais informações.

“Estação é um projeto de circulação, integração e de estímulo à produção cultural catarinense. São mais de 150 projetos selecionados, mobilizando todas as regiões catarinenses, levando as mais variadas formas de expressão artísticas e também de conhecimento, por meio de oficinas. O que o projeto busca é a valorização do nosso artista, da sua produção e também a formação de público no Estado”, explica o presidente da FCC, Rodolfo Joaquim Pinto da Luz.

O que é “Pêssanka”?

Do verbo ucraniano pyssaty, que significa escrever, Pêssanka ou Pysanka é um ovo colorido a mão e tem origem na arte milenar dos ucranianos de presentear divindades. A arte está presente em Santa Catarina através dos descendentes dos imigrantes ucranianos.

Os desenhos são símbolos que transmitem mensagens positivas de amor, respeito, gratidão, entre tantos outros anseios, sendo uma expressão singela do espírito humano. No encontro, os participantes terão oportunidade de vivenciar a técnica da arte das pêssankas, entendendo o processo de forma prática.

A oficina em Lages será nos dias 22 e 23 de fevereiro no Auditório Mario Augusto de Sousa na Fundação Cultural de Lages (FCL) e será ministrada por Vilson José Kotviski de Porto União. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas na Fundação Cultural de Lages a partir do dia 7 de fevereiro (quarta-feira).

Confira a programação para a cidade de Lages:

O quê: Oficina Pêssanka & Arte da Primavera

Data: 22/02/2018 – Das 14h às 18h

23/02/2018 – Das 8h às 12h

Local: Fundação Cultural de Lages

Informações e inscrições: (49) 3224-7425

fonte:  http://www.lages.sc.gov.br/noticia/11333/lages-recebera-nos-dias-22-e-23-de-fevereiro-oficina-que-contempla-a-arte-ucraniana-pessanka/

Oficina de Pêssankas em Canoinhas-SC: Projeto Valorização e Integração das Etnias do Vale do Contestado.

Acontece no dia 15/02/18 a oficina de pêssankas na Comunidade Ucraniana em Canoinhas-SC. Contando com a coordenação do mestre e artesão Vilson José Kotviski, a oficina é parte integrante do projeto Valorização e Integração das Etnias do Vale do Contestado., selecionado no Edital 1/2016 Chamamento Público de Projetos Culturais promovido pela Fundação Catarinense de Cultura.

O projeto foi desenvolvido pelo Folclore Ucraniano Kalena, de Porto União-SC, e realizará uma série de atividades, as quais são: 3 oficinas de pêssankas: em Caçador, Canoinhas e Colônia Legru (Porto União), e 5 apresentações artísticas do Folclore Ucraniano Kalena e convidados nas cidades de Piratuba, Treze Tílias, Caçador, Canoinhas e Porto União.

Abaixo está o cartaz com as informações gerais sobre a oficina! Reserve já a sua vaga diretamente com o Pe. Daniel Horodeski.

cartaz OFICINA Canoinhas 2018

Oficinas de pêssankas confirmadas – Vilson José Kotviski

pessankaAs oficinas de pêssanka já confirmadas para 2018 são:

  • Caçador-SC 10/02/18 (sábado) a partir das 14h.
  • Canoinhas-SC 15/02/18 (quinta) a partir das 18h00
  • Lages-SC 22 e 23 (quina e sexta) a partir das 14h e 08h

Nas oficinas, os participantes terão a oportunidade de vivenciar a arte da pêssanka, aprendendo de forma prática a técnica desta arte milenar.

A coordenação será a cargo do mestre e artesão de pêssankas Vilson José Kotviski, um dos expoentes desta arte no Brasil.

www.pessanka.com.br

Tintas para pêssanka  – Como preparar – Dicas – Cuidados – Onde Comprar

tintas para pêssanka - o prontas para uso.
tintas para pêssanka – o prontas para uso.

As tintas para pêssanka (ou corantes para pêssanka) são especialmente desenvolvidas para o feitio desta milenar arte ucraniana, visando o melhor resultado possível para a casca dos ovos.

No passado as pessoas utilizavam qualquer elemento que pudesse colorir os ovos, como argila, casca de árvores, plantas, folhas, raízes, etc.

O processo de coloração era mais difícil e nem sempre proporcionava o resultado esperado. Com os corantes contemporâneos temos a condição de ter ótimos resultados em nossas pêssankas.

 

 

Como preparar as tintas:

 

As tintas s em pó, para serem preparadas em casa. Então você deve providenciar recipientes com tampa, como por exemplo vidros de conserva ou potes plásticos.

Tenha também papel para forrar a mesa, tesoura e se quiser utilize também luvas, e para a conclusão final, tenha colher e vinagre.

 

– Coloque a água para ferver, a quantidade depende de quantas tintas você vai preparar. Vamos usar cerca de 200ml para cada cor à ser preparada.

– Forre com papel o local onde você irá dissolver as tintas, pois pode respingar e manchar o local.

– Abra o envelope, retire a embalagem interna e com muito cuidado faça um corte para remover o corante em pó.

– Despeje o pó no fundo do recipiente com cuidado.

– Despeje água fervente com cuidado para não respingar.

– Espere esfriar e adicione uma colher de sopa de vingre.

 

Sua tinta está pronta para uso!

 

Outras dicas:

– Lembre de manter o recipiente sempre fechado quando não estiver em uso. E sempre anote na tampa e no recipiente a cor e também a data em dissolveu a tinta.

– Com o tempo, caso perceba que não está colorindo bem, adicione mais vinagre ou aqueça a tinta em banho-maria.

– As cores podem sofrer variações nas tonalidades ou mesmo manchar conforme a casca do ovo. Não existe um tempo determinado para a coloração, então você deve sempre observar constantemente como está a tonalidade da casca. Nunca deixe o ovo imerso por um tempo demasiado, como por exemplo passar a noite toda na tinta.

– A vida útil do corante depende da sua utilização, conservação e do tempo de uso. Recomenda-se a renovação dos corantes a cada seis meses, por isso é importante que seja anotada a data em que a tinta foi preparada.

– Nunca misture as cores, utilize uma colher para cada cor.

 

Cuidados especiais:

Estes corantes são concentrados e não alimentícios, nunca ingerir, e não consumir ovos coloridos com este corante. O uso é específico para pêssankas!

Evite contato com os olhos e contato prolongado com a pele. Lavar com água corrente. E para remover manchas use água e sabão.

 

Onde comprar:

Você encontra as tintas para pêssanka na nossa loja virtual: www.pessanka.com.br/loja, ou em contato direto pelo telefone: 42 98432 8561 – Vilson

 

 

Vilson José Kotviski

www.pessanka.com.br