Korovai (коровай) – pão tradicional do casamento ucraniano.

Korovai - Casamento de Rosana e Igor Vodiani (2009) - União da Vitória-PR

O korovai é um dos elementos fundamentais do casamento tradicional ucraniano. O mesmo consiste num grande pão doce, arredondado, que recebe na parte superior adornos feitos com a própria massa, em forma de lua e estrela que são representações do casal. Também podem receber outros adornos como sóis, aves, animais, pinhas, ramos de trigo, flores e frutos.
Suas origens são muito antigas e provém das crenças nas propriedades mágicas dos grãos na era pré-cristã.
No centro é colocada uma pequena árvore (que nas colônias paranaenses é um pinheirinho – araucária), enfeitada com diversas fitas, cuja simbologia está ligada á vida agrícola, sendo a representação da árvore da vida.
A dança do korovai, ao som das “kolomeikas” é um dos principais momentos dos casamentos ucranianos, onde a alegria é contagiante.
O korovai é um símbolo do sol e do amor que deve habitar em suas vidas,é uma homenagem aos noivos e uma bênção para o seu casamento.

vilson@pessanka.com.br

Música Ucraniana no Brasil

Sábado passado estive em um casamento de um amigo e ele fez questão de arranjar um grupo que tocasse músicas ucranianas, já que a família dele e grande parte dos convidados era de origem ucraniana.

A banda que animou a festa chama-se “Chaleira Preta”, um conjunto típico da região sul vestido a caráter (botas, lenço, bombachas), mas que toca músicas ucranianas em seu repertório, inclusive de autoria do dono do conjunto. Não tenho certeza, mas acho que são de Araucária-PR.

Aí lembrei-me que existem vários descendentes que desenvolvem trabalhos em relação à música, como por exemplo o Grupo Yávir de Curitiba, com dois ótimos CDs gravados. Não sei se eles estão realizando apresentações atualmente, mas pela falta de notícias acredito que não.

Ainda em Curitiba, vinculado a SUBRAS, atua o conjunto Soloveyko, formado por integrantes do Barvinok, animam festas da sociedade, e tocaram no Festival de Danças em União da Vitória. Felipe Orestem vem desempenhando um papel muito importante neste conjunto.

Também junto a SUBRAS, funciona (e muito  bem) o Coral Haydamake, que sob o comando de Lauro Preima, vem realizando um trabalho digno de orgulho de toda a comunidade ucraniana.

Em Curitiba também existe o coral da Catedral São João Batista, e a capela de banduristas Fialka. A Bandura é o instrumento nacional ucraniano.

Prudentópolis-PR também tem sua representação na música ucraniana, com uma capela de banduristas, Coral São João Batista e com o Samuka e seu conjunto. Ele integrava antigamente o conjunto ucraniano “Os Pepenkes”, agora foi para carreira solo e o CD está bem disseminado pela comunidade, infelizmente nem sempre o original, assim como acontece com o Yávir.

Apresentação em União da Vitória.
Camila Lupepsa Latyki: apresentação em União da Vitória-PR.

Também de Prudentópolis temos uma cantora com uma presença de palco fantástica: Camila Lupepsa Latyki. Ela é integrante do Grupo Folclórico Vesselka e interpreta músicas ucranianas com uma graça e elegância que encantam o público. Que esta jovem continue em frente!

Em Mallet-PR, existe um conjunto gauchesco (Edinho Basniak), que toca músicas ucranianas, inclusive tocaram no Festival de Danças em Rio Azul, e animam festas pela região. De Canoas-RS também despontou recentemente um belo conjunto musical, o “Dunay”, comandado pelo amigo Jonatan Vianna. Mas infelizmente  o grupo está sem atividade no momento. Em Ivaí-PR também o Mário Churka (violino) segue seu trabalho de resgate das cantigas da hahylkas, trabalho digno de louvor pelo que a pesquisa representa. E em São Paulo, o Grupo Folclórico Kyiv conta com sua banda que toca ao vivo nas apresentações.

Ainda existiram outros tantos descendentes que desenvolveram trabalhos com músicas ucranianas em solo brasileiro, mas que hoje não se tem notícias. Mas com essa quantidade já seria até possível realizar um festival de músicas ucranianas no Brasil, quem sabe essa idéia ainda pode vir se tornar realidade!

Agradeço comentários que informem mais sobre outros grupos musicais ucranianos no Brasil.

Vilson José Kotviski

Para você que leu esse artigo, e se interessa pela música ucraniana, acesse também: http://pessanka.wordpress.com/2010/12/20/1%c2%ba-festival-da-musica-ucraniana-no-brasil/.