1º Festival da Música Ucraniana no Brasil

 Conforme já anunciado através do calendário oficial da Representação Central Ucraniano-Brasileira, estaremos realizando em União da Vitória-PR e Porto União-SC, o 1º Festival da Música Ucraniana no Brasil, evento que integra as festividades alusivas aos 120 Anos da Imigração Ucraniana no Brasil.

A data programada é 14 de maio de 2011, e o evento é aberto para todos os gêneros de música ucraniana, executada por grupos musicais, grupos de banduristas, instrumentistas ou cantores, pois o objetivo é o incentivo à continuidade e desenvolvimento da música ucraniana no Brasil.

A organização do evento é baseada nos seguintes princípios:

– Valorizar a música ucraniana em todas as suas modalidades estilos, ritmos e influências;
– Reafirmar, através da música, a importância do trabalho desenvolvido pelos artistas da comunidade ucraniana;
– Promover e intensificar o turismo de eventos culturais e projetar a Comunidade Ucraniana no cenário cultural paranaense, catarinense e brasileiro;
– Criar espaço para a manifestação da expressão da arte, desenvolvimento de novos talentos, oferecendo um espetáculo cultural qualificado e acessível ao público;
– Incentivar os participantes, para o desenvolvimento do trabalho musical da comunidade ucraniana, despertando o interesse pelas tradições culturais manifestadas pela música.

Esperamos que este festival tenha o mesmo êxito do Festival Nacional de Danças, lançado em nossas cidades em 1994, que hoje vai para sua 18º edição ininterrupta, sendo hoje a principal manifestação cultural da Comunidade Ucraniano-Brasileira e grande impulsionador para o surgimento de novos grupos.

E para isso desde já contamos com o empenho de nossos artistas para participarem deste evento, acreditando nesta idéia que visa valorizar as pessoas que trabalham pela cultura ucraniana manifestada pela música.

Em breve estaremos oficializando os convites aos nossos artistas da música ucraniana e contamos também com o apoio de toda a comunidade, informando e incentivando nossos artistas da música para fazerem parte deste novo marco da cultura ucraniana no Brasil!

Vilson José Kotviski

Equipe de Organização

União da Vitória-PR / Porto União-SC

24 de agosto – dia da comunidade ucraniana no Paraná, Santa Catarina e no Brasil

Agora oficialmente o dia 24 de Agosto é:

– Dia da Comunidade Ucraniana no Paraná
– Dia da Imigração Ucraniana em Santa Catarina
– Dia Nacional da Comunidade Ucraniana
 

 

Projeto de Aguiar cria Dia da Imigração Ucraniana

Imagem

O deputado Antônio Aguiar é o autor do Projeto de Lei nº 442/07, que institui o Dia Estadual da Imigração Ucraniana, a ser comemorado no dia 24 de agosto.

A Mesa Diretora da Assembléia marcará, anualmente, sessão solene para comemoração desta data. O parlamentar informa que os ucranianos começaram a chegar ao Brasil em 1891, trazendo o estilo bizantino de suas igrejas, seus trajes bordados, comidas e danças típicas. Em Santa Catarina os descendentes de eslavos habitam cidades como São Bento do Sul, Mafra e Itaiópolis.

Os ucranianos diferenciam-se de outros povos eslavos pela língua, costumes e origem histórica. A Ucrânia proclamou a sua Independência no dia 24 de Agosto de 1991, daí a sugestão para a data comemorativa no estado. Na sua maioria, os imigrantes ucranianos chegados aqui se dedicaram à agricultura. Experientes cultivadores do trigo, não se restringiram a essa cultura, pois passaram a exercer atividades nos setores do cultivo do milho e feijão, com grande destaque para a fumicultura em Itaiópolis.

Aguiar esclarece que a outra parte, que não se dedicou à agricultura, voltou-se para diversas atividades industriais, destacando-se na fabricação de móveis, em atividades empresariais, em especialidades técnicas e no exercício de profissões liberais. Oriundos de um país rico em tradições artísticas, com um folclore dos mais admirados em toda a Europa, os ucranianos que aqui chegaram não poderiam fugir à herança cultural recebida de seus antepassados.

Fonte: (Rubens Vargas/Divulgação Alesc)

http://www.portaldecanoinhas.com.br/noticias/5003