Pêssanka: uma arte que existe a mais de 3 mil anos

O termo “pêssanka” é proveniente do verbo “pyssaty” que significa escrever. Arqueólogos descobriram no ano de 1992, nas ruínas da igreja de Krylos (coração da antiga Galícia), Ucrânia Ocidental, uma pêssanka de cerâmica datada de 1300 a.C. O que os levou a crer que os mais antigos ovos “escritos” podem ter sido criados pelo povo ancestral da cultura Trypillia, que vivia em vasta área do território ucraniano, desde 3000 anos a.C.

pessanka 1300a.C.

Na era pré-crestã, a pêssanka representava uma dádiva ao deus Sol, símbolo essencial e mais antigo dessa cultura. Elemento vital nessa latitude do continente europeu, o sol fazia a vida ressurgir na primavera, depois dos implacáveis meses de inverno, penúria e fome. Com o advento do cristianismo, a partir do ano 988 d.C., a Igreja incorporou seus símbolos religiosos e o ritual da Páscoa na confecção dos ovos. A pêssanka hoje é uma simbiose de seu significado pagão, a saudação ao renascimento da natureza, na primavera, com o principal sentido da cristandade, a celebração da Ressureição de Cristo, o renascimento da alma do homem.

Fonte: Sganzerla, Eduardo. Pêssanka: a arte ucraniana de decorar ovos: Brasil, Paraná. Editora Esplendor, 2007.