Oficina de Pêssanka em Antonio Olinto-PR.

Por: Vilson José Kotviski (vilson@pessanka.com.br)

Projeto Pêssanka – Ovos Escritos: Oficina em Antonio Olinto

Turma de Pêssanka em Antonio Olinto, com o coordenador Vilson José Kotviski e o palestrante Daniel Sliwinski

A equipe do Folclore Ucraniano Kalena, responsável pelo projeto “Pêssanka – ovos escritos, expressão da cultura ucraniana no Brasil”, realizou as atividades de oficina e palestra na Comunidade Ucraniana de Antonio Olinto, no último fim de semana.

Participaram da oficina doze jovens, que puderam realizar belas pêssankas e concluíram a oficina com pleno êxito, sendo incentivados à darem continuidade aos trabalhos com a arte da pêssanka. Todos os participantes mostraram muito interesse na arte da pêssanka, inclusive a jovem Teodora Diadio de Paula afirmando a seu interesse em dar continuidade disse: ”amo a minha cultura, e gostaria de mostrar isso a outras pessoas”.

Em todas as oficinas, cada aluno está deixando uma das pêssankas feitas na oficina, para o futuro museu ucraniano que está sendo planejado nas dependências do Centro de Eventos São Basílio Magno em União da Vitória. A próxima etapa de oficinas acontece na Igreja Ucraniana Ortodoxa Divino Espírito Santo, na Colônia Jangada – Porto União-SC.

Carazinho (Paula Freitas-PR) recebe a décima oficina. Projeto Pêssanka – ovos escritos, expressão da cultura ucraniana no Brasil

Colônia Carazinho: Décima Oficina de Pêssanka

O projeto Pêssanka – ovos escritos, expressão da cultura ucraniana no Brasil chegou à décima oficina de artesanato, desta vez na Colônia Carazinho, município de Paula Freitas-PR.

Contando com uma turma muito participativa, a oficina foi iniciada no sábado dia 18/08 e terá seu encerramento na próxima quinta-feira (23/08), conciliando a agenda e necessidades da comunidade. Pe Sergio Hryniewicz, que é o responsável por esta comunidade esteve presente já no sábado de manhã, incentivando os participantes para manterem a arte tradicional da pêssanka.

No domingo pela manhã, aproveitando a realização da reunião do Grupo de Jovens, Daniel Sliwinski ministrou a palestra sobre o desenvolvimento do turismo na comunidade. Diversos participantes da oficina estavam presentes na reunião, gerando um maior interesse de todos para os assuntos da cultura ucraniana desenvolvidos no projeto. A próxima etapa do projeto acontece dias 01 e 02/09 em Antonio Olinto-PR.

Marco 5 Recebe Oficina de Pêssanka

Marco 5 Recebe Oficina de Pêssanka

A nona oficina do projeto “Pêssanka – ovos escritos, expressão da cultura ucraniana no Brasil” aconteceu no último fim de semana na comunidade ucraniana da Colônia Marco 5, município de General Carneiro-PR.

Este um dos núcleos mais antigos da imigração ucraniana no Brasil, e possui uma igreja encantadora pelas linhas originais e marcantes da arquitetura típica dos imigrantes, merecendo inclusive mais atenção pelos órgãos públicos para sua preservação.

Contanto com uma comunidade participativa, a oficina de pêssanka foi um sucesso, sendo cumprida mais uma etapa do projeto, ficando agora a comunidade encarregada em se organizar para outros encontros entre os participantes, a fim de dar continuidade à arte da pêssanka em grupo, seguindo o exemplo de outras comunidades.

Vale destacar que isso vem já acontecendo, como é o caso da comunidade de Barreiros, que realizou durante uma festividade tradicional, uma exposição de pêssankas feitas depois da oficina, o que mostra o interesse e a continuidade espontânea desta arte na comunidade.

Oficina de Pêssanka na Serra do Tigre – Mallet-PR – Igreja de São Miguel Arcanjo

Oficina de Pêssanka – Serra do Tigre

As atividades do projeto “Pêssanka – ovos escritos, expressão da cultura ucraniana no Brasil” foram para a Colônia Serra do Tigre no interior de Mallet no último fim de semana (dias 04 e 05/08/12).

Em uma turma cuja grande maioria era de jovens, foi grande o empenho e interesse dos mesmos para arte. O jovem Metódio afirmou que está fazendo um trabalho sobre pêssankas para o centenário do município de Mallet, e de sábado para domingo providenciou uma pasta de estudos com muitos modelos e informações sobre a arte da pêssanka, iniciativa muito útil inclusive para os demais alunos.

Seguindo o exemplo das outras comunidades já atendidas pelo projeto, os participantes já se organizaram para continuarem a fazer pêssankas, se reunindo mensalmente para isso.

A próxima atividade acontece na Colônia Marco 5, que ostenta também uma das igrejas centenárias de madeira existentes na comunidade.

Palestra Sobre Turismo na Serra do Tigre

Também no fim de semana foi realizada a palestra sobre turismo receptivo na Serra do Tigre. Nas conversas, foi percebido que o turismo é uma realidade nesta comunidade, principalmente após a recente restauração executada, o que atraiu ainda mais a atenção sobre a igreja que é a principal e maior referência da imigração ucraniana no Brasil.

Porém foi percebido que essa visitação não tem sido benéfica para a comunidade, já que não existe um preparo para receber os visitantes, nem organização neste sentido. As pessoas da comunidade precisam largar seus afazeres cotidianos, trabalho, família e ficar à disposição dos visitantes sem nenhum retorno.

As sugestões que Daniel Sliwinski proferiu em sua palestra, a qual recebeu grande quantidade de ouvintes, foi no sentido de aproveitar a arte da pêssanka como geração de riqueza, sendo necessária a continuidade, e também de que em qualquer ponto turístico, a visitação deve ser organizada e cobrada, para que o turismo traga benefício para a comunidade. Também a existência das águas sulfurosas do Hotel Dorizzon, a qual atrai turistas do Brasil deve ser uma aliada para que a comunidade se beneficie com essa atividade, já que podem ser oferecidos produtos típicos, artesanato e principalmente uma imersão na cultura ucraniana presente neste local.

Vilson José Kotviski

II Festival da Música Ucraniana no Brasil

No próximo fim de semana está acontecendo o II Festival da Música
Ucraniana no Brasil, evento que foi criado ano passado pelas comemorações
dos 120 anos, aqui em União da Vitória.

A segunda edição será em Prudentópolis (21/07/12), e vejo que está sendo
fraca a divulgação do evento em nossos meios eletrônicos. Então conclamo à
comunidade que tenha uma atenção maior à este evento que busca valorizar a
nossa cultura manifestada pela música.

Ano passado foi uma grande surpresa para todos o belo espetáculo
proporcionado. Assim como o Festival de Danças é sucesso, acreditamos que
o Festival da Música vem preencher uma lacuna nas nossas atividades
culturais, sendo um grande incentivo aos nossos artistas!

Vilson José Kotviski
Acesse: www.culturaucraniana.com.br

Festival de Música Ucraniana:

*II FESTIVAL NACIONAL DE MÚSICAS UCRANIANAS

“A raiz da cultura ucraniana entoada pela voz

Data: *21 de julho de 2012

*Local:* Clube Social XII de Novembro na cidade de Prudentópolis – PR

O evento tem como objetivo incentivar cantores, instrumentistas, e
conjuntos musicais da comunidade ucraíno-brasileira, objetivando o
desenvolvimento do trabalho musical da comunidade ucraniana, despertando o
interesse pelas tradições culturais manifestadas através da música.

*Valor do Ingresso: *R$ 5,00

Maiores informações para interessados em participar:
(42)3908–1105, (42)9998-3032 ou pelo e-mail: fest.musica2012@hotmail.com

Sétima Oficina de Pêssanka: Colônia Barreiros – União da Vitória-PR

Mais uma etapa do projeto Pêssanka – ovos escritos expressão da cultura ucraniana no Brasil foi concluída no último fim de semana (14 e 15/07/12), com a realização da oficina na Colônia Barreiros, município de União da Vitória-PR.

Participaram integrantes da comunidade local e também da comunidade de Legru (Porto União-SC) pela proximidade de distância, e foi grande a satisfação em poderem desenvolver uma das artes mais referenciais da cultura ucraniana. Atendendo à sugestão do coordenador do projeto Vilson José Kotviski, as participantes irão se reunir uma vez por mês na comunidade para continuarem a feitura de pêssankas, o que é muito importante para a preservação da cultura nesta comunidade, que é uma das mais antigas colônias ucranianas no Brasil.

A Igreja de São Pedro e São Paulo na Colônia Barreiros foi construída em 1908 e tombada como Patrimônio Municipal de União da Vitória em 2003, pelo Decreto n° 111/2003. Desde seu tombamento a comunidade aguarda recursos para sua restauração, mas até hoje nada foi feito e a cada dia é mais precária a situação da igreja.

Vilson José Kotviski – vilson@pessanka.com.br