Arte da pêssanka na TV Século 21 – programas “Point 21 Oficina” e “Mulher.com”

Nesta Semana Santa, a arte da pêssanka estará presente na TV Século 21.

Dia 03/04/12 a partir das 21h estarei participando do programa “Point 21 Oficina”, e dia 04/04/12 a partir das 14h15 estarei no programa “Mulher.com”. Além de falar sobre a arte da pêssanka e a cultura ucraniana, estarei também fazendo demonstração do processo para a escrita da pêssanka.

Vilson José Kotviski – vilson@pessanka.com.br   /  www.pessanka.com.br

TV SÉCULO 21

Assista: http://www.tvseculo21.org.br/tv/?opcao=retransmissoras

Ao vivo pela internet: http://www.tvseculo21.org.br/tv/

Recepção de Turistas na Comunidade Ucraniana de União da Vitória-PR

Dois grupos de turistas vindos de São Paulo para a 5º Festa Nacional da Costela, foram recepcionados no sábado e domingo pela comunidade ucraniana, mostrando que nossas cidades possuem opções interessantes para o turismo receptivo.

Folclore Ucraniano Kalena e visitantes.

Foram dois dias de atividades, com programas específicos para os interesses de cada grupo, apresentando traços da cultura ucraniana manifestada pela religiosidade, arquitetura, artesanato, gastronomia, folclore, música e dança.
Ao final das atividades, os visitantes encantados com o programa, afirmaram que tiveram uma verdadeira aula de cultura e beleza, levando lembranças inesquecíveis aos seus locais de origem. O “Roteiro Ucraniano” organizado pelo Folclore Ucraniano Kalena vem sendo desenvolvido gradativamente e já se mostra plenamente viável para a comunidade, tornando-se um atrativo importante dentro do turismo regional.

Tarás Schevtchenko – Poeta Maior da Ucrânia

Tarás Schevtchenko – Poeta Maior da Ucrânia

Março é o mês em que ucranianos do mundo todo celebram e homenageiam o maior poeta da história da Ucrânia, o homem que através de seus poemas, sacudiu a Ucrânia e despertou o sentimento patriótico adormecido pelo contínua opressão dos inimigos.
Em 1845, Schevtchenko escreve seu famoso “Poslánie” (carta), admoestando os nobres ucranianos que na época serviam à interesses estrangeiros, esquecendo de suas origens, e numa parte da carta, endereça uma mensagem aos “conterrâneos mortos, vivos e ainda não nascidos, que estão na Ucrânia e fora dela”, uma passagem deste poema contém um conselho universal:

“Estudem irmãos meus!
Pensem leiam,
Aprendam o alheio.
Mas não reneguem o que é seu,
Quem da mãe esquece,
Por Deus é castigado,
Por estranhos é renegado,
Em seus lares não é convidado.”

Tarás Schevtchenko tanto lutou pela liberdade, mas dos seus 47 anos de vida, durante 24 anos esteve sob o regime da servidão, 10 anos esteve preso, três anos e meio esteve sob vigilância policial e somente 9 anos e poucos meses pôde sentir-se livre.
A qualidade e a vastidão da obra que legou à posteridade é digna da maior admiração. São centenas de poesias e poemas, prosa, seu diário, sua valiosa correspondência (de que conservou-se somente parte). São centenas de valiosos retratos, alguns auto-retratos, explêndidos quadros a óleo, sépia e aquarela e mais de 1.300 desenhos e esboços, sem contar os extraviados.

maiores informações em: http://www.rcub.com.br/rcub/cultura/personalidades/taras-chevtchenko/